Jovem que quebrou vidros da prefeitura de Guabiruba realiza tratamento psiquiátrico - Rádio Sentinela do Vale

Gaspar / SC
19 de Agosto de 2018

Página Inicial Rádio Sentinela do Vale!

Rádio Sentinela do Vale

Programação

Santa Missa

08:00h

Santa Missa

Ouça Agora

Musical Sentinela

09:00h

Musical Sentinela

Na sequência



Jovem que quebrou vidros da prefeitura de Guabiruba realiza tratamento psiquiátrico

15/05/2018 09:43

O jovem de 23 anos que morava na rua nos últimos três meses foi internado no Instituto de Psiquiatria de Santa Catarina (IPQ) na cidade de São José na sexta-feira (11). Ele havia depredado o prédio da Prefeitura de Guabiruba na quarta-feira (09) e após detido e encaminhado para a Unidade Prisional Avançada (UPA) foi solto por determinação judicial voltando para as ruas do município, em especial para a Praça Theodoro Debatin, no Centro, onde passava a maior parte do seu tempo.

Na decisão judicial de quinta-feira (10) o juiz Heriberto Max Dittrich Schmitt argumentou não estarem reunidos “fundamentos que possam legitimar a decretação da prisão cautelar”, pois o caso não retrataria “risco ao meio social, à instrução criminal ou à aplicação da lei penal, de sorte que o caminho a ser seguido é o da sua liberdade provisória”.

Diante disso, a Prefeitura de Guabiruba, por meio das secretarias de Saúde, Assistência Social e Administração, reuniu-se com seus profissionais da saúde, assessoria jurídica e com a mãe do jovem para verificar a conduta a ser adotada, visto que as várias intervenções realizadas entre os meses de fevereiro e maio, como consulta psiquiátrica (uso de medicações), atendimento odontológico e hospitalar, encontros do jovem com a família, possibilidade de emprego e moradia, entre outras ações, não resultaram em êxito.

A dificuldade encontrada com o jovem desde o início, foi sua recusa em aceitar qualquer intervenção/acompanhamento, inclusive o uso da medicação. Após conversas conseguiu-se encaminhar o jovem para uma avaliação com o médico psiquiatra o qual indicou internação involuntária. O jovem se encontrava em uma situação não só de saúde mental mais sim em uma vulnerabilidade biopsicossocial.

Fonte: Rádio Cidade
Link de Origem
Revisão e responsabilidade do site     

Todos os direitos reservados © 2018

| Rádio Sentinela do Vale - Rua São Pedro, 245 - Centro / Gaspar | Telefone: (47) 3332-0783

by SoftD